Being Human

Março 13, 2011

Eu e o lugs montamos um desafio para esse final de semana: Assistir o piloto da versão britânica e americana de Being Human. Experiência engraçada, mas serviu para que pudéssemos escolher de maneira não pessoal, a melhor versão.

Foi unânime,… a versão americana é muito mais bacana!

No início eu naum gostei muito dessa coisa de vampiro andando em plena luz do dia, mas a ambientação é bem legal, destaque para versão americana, que enfatiza uma fotografia mais sombria que a britânica. Além disso, você acaba pensando que o plot inicial é fraco: Um vampiro e um lobisomen dividindo uma casa com uma fantasma. Deixando os preconceitos de lado, acabei me permitindo entrar no universo criado por Being Human. O motivo para que os três estejam juntos acaba sendo bem plausível. Adoro o clima que se cria de “casal gay” entre o Lobsomen e o Vampiro (além do mais, são dois rapazes morando juntos – ninguém vê a fantasma).

Critérios observados para gostar mais da versão americana:

– A fantasia de lobisomem na versão britânica é digna de sítio do pica pau amarelo. Na versão americana, o lobsomen consegue causar uma impressão foda!

– Na versão britânica, a fantasma consegue tocar nas coisas e quase ser estuprada por um lobsomen (S01E03). Achei isso um absurdo, como uma fantasma pode ter medo de ser estuprada!? Enquanto na versão americana, a fantasma tem que aprender a dominar todas as suas habilidades, inclusive a capacidade de conseguir sair de casa. Com o tempo ela vai ficando sinistra.

– Ainda sobre a fantasma,… a bipolaridade dela me irrita na versão britânica! Muitas vezes ela faz pose de gasparzinho, super simpátiquinha.

– Vampiro de merda! Na versão britânica o ator não consegue passar credibilidade alguma ao papel. Na versão americana ele tem mais de 200 anos e um laço muito sinistro com o Vampiro responsável pela cidade de San Fransisco.

– Na versão britânica, os outros vampiros saum super apagados…

– A Vamputa da versão americana é muito mais sexy e divertida!…

– A versão britânica conta com 6 capítulos em sua primeira temporada, enquanto a americana tem 13, ou seja, mais tempo para se trabalhar as personagens.

– Na versão Americana, o lobisomem tem uma irmã lésbica mega fofa, que já deixa geral tenso no S01E01.

– A versão Britânica tem um ritmo meio engraçado, enquanto a americana tenta criar um clima mais sério.

– Acho muito mais reais os conflitos entre os protagonistas na versão americana.

Anúncios