Summer Wars

Abril 25, 2010

Eu tenho uma rotina esquisita de todo final de semana efetuar uma série de downloads. Ontem em especial, por conta de uma zapiada pela net, acabei caindo em um site que falava sobre uma matéria de uma revista japa que elegia os 10 melhores animes de 2009. Comecei a assistir trailer por trailer e foi só na sétima colocação que me senti intrigado por este movie: Summer Wars.

Alguns motivos me chamaram a atenção, mas o que de fato se destacou foi saber que o desenho desenho é de Sadamoto Yoshiyuki (Evangelion) enquanto a direção e oroteiro são de Okudera Satoko (Toki wo Kakeru Shoujo – A garota que pulou através do tempo).

Sinopse copiada: A história centra-se no colegial Koiso Kenji, um garoto prodígio em matemática que passa o seu tempo trabalhando em OZ, um mundo virtual. Kenji é um gênio com números, mas mal adepto socialmente. Ele tem uma paixão secreta pela sua veterana Shinohara Natsuki, mas não tem coragem de dizer a ela. No início de suas férias de verão, ele é convidado por Natsuki para ajudar na celebração do 90º aniversário da sua avó. Embora Kenji não conhece os detalhes do plano, ele concorda e vai com Natsuki a casa da sua avó em Ueda, Nagano. Para grande surpresa de Kenji, ele é apresentado na casa da família Shinohara como noivo de Natsuki.

De qualquer forma, o que achei mais foda no anime é que Koiso se depara com uma família tradicionalíssima, praticamente um legado na história do Japão… tudo isso acaba se remodelando as necessidades da narrativa moderna (sem mais comentários para não causar spoilers). É muito interessante  fazer comparativos entre a história da família de Natsuki com o “decorrer” hi-tech que o filme propõe.

Engraçado pensar que cheguei a olhar para o Lugs e falar: “ta meio chato né… vamos parar de assistir!?”, mas bastou passarem os 20 primeiros minutos de filme para que nos sentíssemos apaixonados por aquela família!

Foda demais! Super recomendo.

trailer:

fonte: asianspace