Milk

“Na última semana recebi uma ligação, de Altoona, Pensilvânia.

Uma voz bem jovem.
E a pessoa disse: Obrigado, é preciso eleger gays para que uma criança e outras milhares tenham a esperança
de uma vida melhor. A esperança de um fururo melhor.

Eu pergunto isso: Se houver um assassinato. Espero que cinco, dez, cem, aumentando para mil. E se uma bala entrasse em meu cérebro destruindo cada porta fechada.

Eu peço,para que o movimento continue. Porque não é um jogo pessoal. Não é sobre o ego. Não é sobre o poder. É sobre os que são como “nós” aí fora. Não só gays, mas os negros, os asiáticos, os idosos, os deficientes, os “nós”, os sem esperança, os “nós” desistem.

Sei que você não pode viver na esperança sozinho, mas sem esperança a vida não é digna de viver.

Então você…

Tem que dar esperança.”

Advertisements

4 Responses to Milk

  1. Debs diz:

    Onde foi que eu li isso?
    Muito tenho a impressão de que já conhecia.

  2. Natali diz:

    eu quero ver esse filme!!!

  3. Valeu pela dica, Mauro.
    Vou colocar na lista.
    Estou fora do circuito, por enquanto, mas retornarei, com certeza!
    Bjos!

  4. cintia diz:

    Você está sabendo que vai rolar um documentário antigo sobre o Milk no Festival do Rio? Bjinhos

    http://www.festivaldorio.com.br/site2009/filmes/mostras.php?id_mostra=11

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: